quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Um amor de confusão

Dona galinha um ovo botou.
Mas, quando foi passear, outros dois ovos no caminho ela encontrou.
Um ovo mais dois ovos, com três ovos ela ficou.
Dona galinha os três ovos em seu ninho colocou.
Mas, quando foi passear, outros dois ovos no caminho ela encontrou.
Três ovos mais dois ovos, com cinco ovos ela ficou.
Dona galinha os cinco ovos em seu ninho colocou.
Mas, quando foi passear, mais três ovinhos ela encontrou.
Cinco ovos mais três ovos, com oito ovos ela ficou.
Dona galinha os oito ovos em seu ninho arrumou.
Mas, quando foi passear, mais um ovo ela achou, com nove ovos ela ficou.
Dona galinha os nove ovos em seu ninho ajeitou.
Mas, quando foi passear, um ovo enorme ela encontrou.
Nove ovos mais um ovo, com dez ovos ela acabou. E, com paciência e carinho, os dez ovos dona galinha chocou.
Mas que surpresa não foi, no dia em que os ovos se abriram.
Vocês nem podem imaginar os bichos que das cascas saíram.
Nasceu ganso, pato, marreco e tartaruga.
Apareceu codorna, perdiz, pintinho e até um jacaré.
Agora eu só quero ver a confusão que vai ser na hora que essa turma sair para comer...

Dulce Rangel
(História enviada por Neusa Lúcia Braga Cia)

Nenhum comentário: